A Milícia da Imaculada é uma Associação de Fiéis Pública e Internacional de Direito Pontifício, presente em mais 30 países no mundo. A Obra nasceu em Roma, em 1917, no coração de São Maximiliano Kolbe ao ver que as forças contrárias à Igreja se organizavam e se manifestavam publicamente contra o Papa e os cristãos.


Qual seu objetivo?

Com outros seis confrades, Kolbe decidiu criar uma organização católica com o objetivo de “Conquistar o mundo inteiro a Cristo pela Imaculada”, utilizando todos os meios lícitos possíveis para isso, em especial os meios de comunicação. Contando com a mediação e a proteção da Mãe de Jesus, eles desejavam que todos conhecessem Cristo e a salvação que Ele trouxe à humanidade, obedecendo ao pedido do próprio Jesus quando entrega aos cuidados de Sua Mãe a humanidade inteira, na pessoa do discípulo amado (cf. Jo 19,27).


Como realizar isso?


A consagração pessoal à Imaculada é o selo da entrega total de cada um dos membros da MI, chamados “mílites”, soldados de Imaculada, sempre prontos ao seu serviço. Para nos ajudar a cumprir esta missão, o mílite necessita viver três condições essenciais:


·       A total doação de si mesmo à Virgem Imaculada, pondo-se livremente como instrumento dócil e generoso em suas mãos;


·       Levar consigo a Medalha Milagrosa, que foi o distintivo escolhido por Padre Kolbe para identificar os membros da MI, preferencialmente, pendurada no pescoço, como sinal de pertença a Nossa Senhora;


·       Inscrever-se junto a uma sede da MI canonicamente reconhecida, ou seja, se tornar mílite.